RESILIÊNCIA

RESILIÊNCIA

Onde você estava em fevereiro de 2020?

Quais eram os seus planos?

Quais recursos pessoais você usou que foram importantes para administrar esses tempos de Pandemia?

Estes tais recursos chamo de Resiliência.

 

Vamos conversar um pouco sobre ela, a nossa Resiliência.

Resiliência significa superar problemas, pressão, obstáculos, traumas, tragédias e outras fontes de stress e, se posicionar frente a ela de tal forma que seja possível sobreviver emocionalmente sem deixar o stress ocasionar a perda do controle.

É a nossa capacidade de se adaptar ao que se apresentam na vida.

Se posicionar de tal forma que seja possível seguir adiante.

É mudar a narrativa frente ao fato ocorrido.

Mas precisamos lembrar que a pessoa, por mais resiliente que seja, não está imune a dor emocional e a tristeza que os problemas mobilizam.

A forma de encarar os sentimentos, pelo autoconhecimento, é que gera mudança.

Mas como ser Resiliente?

 

O caminho, o itinerário, é singular.

Uns já tem formas vividas de seguir em frente.

Alguns outros estão aprendendo agora.

Resiliência são todas as nossas experiências vividas e nossas possibilidades.

Resiliência são nossos recursos internos.

Recursos internos são nossas vozes internas, aquelas com as quais estamos sempre refletindo e escolhendo como vamos viver nossas vidas.

 

Você se conhece?

 

Sabia que o seu Self é habitado por várias vozes, os seus Personagens Internos?

Nossos diálogos internos são os responsáveis pelo que sentimos e agimos.

Se nossos pensamentos, vozes são apreciativos, gentis, teremos bem-estar.

Da mesma forma se nossos pensamentos, vozes internas, Personagens nos cobram, intimidam ou nos depreciam com culpa, medo, teremos pouca capacidade de resolutividade.

 

Algumas perguntas pra você refletir:

 

  •  Com quem você conta, internamente para tomar suas decisões?
  • Quais vozes internas você tem como recursos em momentos de crise?
  • Quem você pode convidar para aliviar momentos de monólogos internos e tensão interna?
  • O quanto você está familiarizado com seus diálogos internos a ponto de garantir colaboração entre suas várias vozes.
  • Quando as vozes internas ficam saturadas, o recurso está em ampliar nas trocas externas. Quem são as pessoas que você considera como sua rede de apoio?

 

PARA UM CAMINHO COM MAIS RESILIÊNCIA

 

1. Adapte-se

Em vez de ficar criticando a situação, se lamentando, coloque a mente na nova realidade o mais rápido que for possível e ACEITE.

Perceba que você deve construir o novo futuro considerando as coisas como são agora e não como eram antes.

2. Flexibilize

Nem tudo tem que ser preto no branco e exatamente como você imaginou.

Às vezes os ventos sopram para fora do curso e é a sua capacidade de resiliência que vai fazer você puxar a vela para colocá-lo de novo na direção

 

3. Respire e mantenha a serenidade

É importante todo o empenho para manter a clareza em momentos de estresse e pressão.

Perder o controle só piora a situação

 

4. Mantenha a visão apreciativa

A vida é feita de ciclos.

Aquele momento de stress não veio para ficar.

Amanhã ou depois você estará bem.

O bom momento passa e vem dificuldades, aprendizagens.

As dificuldades passam e vem tempos bons e assim por diante.

 

5. O erro

Qual a sua margem de erro?

Todos erramos.

Mas o erro precisa ficar no passado e não inundar o seu presente de culpa.

A forma de encara-lo é que muda tudo.

Erro é aprendizagem e fortalecimento. O que aconteceu não pode ser mudado.

Quando algo acontece fora dos planos foque em quais lições podem ser apreendidas para que da próxima vez saiba como agir.

 

6. Coordene seus diálogos internos

(Autoconhecimento)

Evite monólogos internos depreciativos pouco encorajadores.

Evite deixar que as suas vozes internas transformem o problema em algo maior do que ele realmente é.

Não permita que fracassos e dificuldades gerem pensamentos desqualificadores que afetam sua organização e autoestima e produtividade.

 

7. Foco

Lembre dos motivos pelo qual você está lutando.

Eles servem de motivação para

vencer seus obstáculos.

 

8. A Natureza como Mestre

Olhe, faça pausas e se inspire nos ensinamentos da natureza.

Os ciclos, as estações, os processos naturais, o desabrochar de uma flor ou a vinda de um fruto no seu tempo.

 

O ano de 2020 foi um ano difícil, mas você está aqui, lendo essa crônica, você conseguiu.

Então tire um minuto pra você e faça acordos para seu próximo ano:

 

Fazendo acordos com você:

  • Imagine seus caminhos e seu caminhar

  • Defina quais Personagens que você vai acionar para estar no protagonismo nas cenas mais difíceis.

  • Fique de olho no medo e a culpa. Eles não são os melhores para ficar no protagonismo e em monólogos.

  • Em tempos difíceis viva um dia por vez.

  • Em tempos tranquilos sonhe muito, planeje muito, crie seu caminho, seu futuro na imaginação.

  • Combine pausas e recarregue sua energia da forma que for melhor pra você.

  • Acredite e mantenha a esperança de dias melhores.

 

Porque tudo isso vai passar!!

 

Telma Lenzi

 

13/11/2020

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*