Dia da Mulher. Somos Todos, Todas Feministas

Dia da Mulher. Somos Todos, Todas Feministas

 

Vamos modificar a pergunta: por que você, mulher, diz que não é feminista?

 

Reflita se você se percebe em algumas dessas situações:

  • Você pode votar e ser votada.
  • Você pode escolher se quer casar ou não e com quem se casar.
  • Você pode evitar gravidez indesejada através de anticoncepcional, DIU, camisinha feminina, etc.
  • Você considera dever dos homens assumir a paternidade de um filho, não deixando toda a responsabilidade da gravidez com a mulher.
  • Você acredita que as tarefas domésticas devem ser divididas com quem mora junto em uma casa de maneira igualitária, sejam homens ou mulheres.
  • Você trabalha naquilo que escolheu trabalhar e acredita que toda mulher deveria ter esse direito.
  • Você recebe ou quer receber um salário igual ao de um colega homem que possui as mesmas qualificações e responsabilidades, e acha injusto quando isso não ocorre para você ou outra mulher.
  • Você quer se sentir segura dentro de um taxi/uber de dia e de noite ou caminhando pelas ruas de dia ou de noite, sem se sentir insegura de que nenhum homem irá assediar ou estuprar você, e gostaria que isso acontecesse com todas as mulheres.

Estes foram alguns direitos conquistados a menos de 90 anos por mulheres que nem cada uma de nós que buscamos equidade. E se você é mulher e se vê nesta lista, você é feminista.

A lista segue entre tantas outras coisas que para nós mulheres parece tão normal, mas muitos direitos ainda não estão assegurado.

Você pode estar associando feminismo com posturas, movimentos mais extremos que foram necessários dentro de um contexto social radicalmente patriarcal.
Mas você não precisa ser radical, não precisa criar conflito com os Homens que estão não sua vida, ou na sua comunidade. Precisa só ser Feminista.

Feminismo é um movimento que convida equidade de gênero.

Convida diálogo entre mulheres e homens e busca garantir que mulheres possam existir como mulheres sem sofrer agressões por isso, sem ser oprimidas, sem ganhar menos, sem ter direitos civis cerceados. 

Se não fosse o Movimento Feminista, você ainda estaria se casando sem poder escolher, não teria o direito negar sexo, evitar filhos e trabalhar fora ainda seria um absurdo.

Nossa cultura só chegou onde chegou graças ao feminismo.

Você só tem a liberdade de fazer as escolhas que faz por causa deste movimento.

Feminismo não é o contrario de Machismo.

Machismo mata, agride, oprime, tira direitos das mulheres e obriga homens a negar sua vulnerabilidade, humanidade. Feminismo busca direitos.

E se você é uma mulher feliz, em paz, poderosa, dona de si mesma e das próprias escolhas, e não se convenceu ainda que é Feminista e que deveria ser eternamente grata ao movimento, fica aqui o convite:  Não medir a realidade de outras mulheres com a sua régua e praticar empatia e sororidade.

No Brasil 12 mulheres morrem por dia só porque são Mulheres, por misoginia, feminicídio. A realidade ainda é muito dura para outras mulheres.

O feminismo só existe porque o machismo ainda existe.

No dia que a sociedade estiver livre do machismo, poderemos viver o “humanismo”.

E para colaborar nessa desconstrução precisamos ampliar a conversa, dialogar sobre o tema.

Então… Você é feminista?

Você aceita o convite de olhar o movimento por este ângulo?

 

Telma Lenzi
8 de março de 2020
Dia Internacional da Mulher

 

OUÇA ESSA CRÔNICA GRAVADA

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*